Divulgação: Lançamentos de Novembro/2020 da Astral Cultural

 



A segunda temporada da série de maior sucesso do Enaldinho trouxe mais uma aventura em formato de livro. Desta vez, o Enaldinho foi parar no universo pararelo do ZAP, mas... como isso aconteceu? Só abrindo este livro para saber. É hora de descobrir como é o Mundo em Ruínas do ZAP e tentar salvar o Enaldinho dessa enrascada... Será que vocês vão conseguir? Quem vai vencer desta vez: Enaldinho ou ZAP? Embarque com o Enaldinho nessa aventura para descobrir. E o melhor: quem comprar na pré-venda vai garantir o amuleto do portal que liga o Mundo em Ruínas do ZAP com o mundo real do Enaldinho. Não fique de fora dessa aventura! Para comprar o livro, acesse a Amazon.




Com o advento da internet e a ascensão das redes sociais, que estão cada vez mais em evidência, diversos assuntos surgem e ganham espaço para discussões. O feminismo, apesar de não ser recente, tem crescido na internet e quase sempre intrínseco nos assuntos mais comentados do Twitter, mas até que ponto essas discussões realmente abordam pautas necessárias? Até onde vai o recorte social da briga de egos e likes? Em Feminismo pra quem?, Daniela Brum aborda temas como o famoso “feminismo de telão”, o quanto a mídia está em prol de capitalizar pautas, levando-as ao esvaziamento, dentre outros assuntos, nos forçando a refletir até que ponto estamos dentro do movimento feminista e se realmente fazemos a diferença: seja ao incluir quem está fora de nossa zona de conforto ou fazendo algo além de posts na internet, dando enfoque sempre na importância do quanto o feminismo precisa atingir as mais diversas camadas, tornando-se realmente abrangente e para todas. Mais do que reflexões, a autora também retrata vivências e compartilha com o leitor suas experiências como feminista, mãe e lutas que ainda precisamos vencer. Para comprar o livro, acesse a Amazon.


Escrito como forma de conhecer personalidades femininas e trazer inspiração e motivações para novas gerações de mulheres, Vozes femininas faz uma interessante abordagem ao entrevistar quarenta mulheres e lhes perguntar sobre suas histórias, ideias, experiências, traumas, aspirações, família etc. Ao dar-lhes espaço e voz, Zoë Sallis reúne várias daquelas que, por muitas vezes, foram silenciadas em uma sociedade machista e patriarcal, porém, não desistiram e marcaram seus nomes na história de uma forma ou de outra. Algumas já são nomes conhecidos na mídia, outras, não. Mas, agora, serão. Vozes Femininas leva o leitor a pensar e a refletir o quanto o mundo e os recortes sociais são diferentes para cada uma. Em suas páginas, mulheres de diferentes raças, religiões, carreiras e nacionalidades expõem não apenas suas opiniões, mas transmitem aquilo que acreditam da forma como foram criadas e socialmente adaptadas. As mais diversas personalidades instigam e fazem com que o leitor pense quais seriam suas respostas e o quão significativas elas seriam para as próximas gerações. Mais do que agir, é preciso ouvir para não perpetuar erros do passado. Para comprar o livro, acesse a Amazon. 


O sonho de Juli era ser mãe e ela o realizou – e segue realizando diariamente –, porém, ela não esperava os desafios que a maternidade atípica lhe reservava. O diagnóstico de Rafael veio no ano de 2015 e, de lá para cá, o hobby de Juli em escrever e influenciar pessoas teve uma mudança drástica: compartilhar tudo aquilo que estava reaprendendo com seu filho e sua família, fazendo-a acrescentar em seu currículo mais uma função: palestrante. Seus esforços renderam frutos e, com reflexões emocionantes, Ao TEA amar mostra como o amor de uma mãe faz com que ela ultrapasse seus próprios limites em nome do amor pelo filho. Para comprar o livro, acesse a Amazon


Nenhum comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.